Uma onda saudável nos atinge atualmente. Todo mundo quer recuperar o tempo “perdido” com o fast food, a falta de atividades físicas e a negligência com a saúde. E as redes sociais vêm se mostrando uma eficiente ferramenta para os profissionais da saúde propagarem os seus conhecimentos. É óbvio que um paciente sairá de uma consulta nutricional motivado, mas quem garante que se manterá “focado” na alimentação e nos exercícios nos meses seguintes? É por isso, que o Facebook, em especial, se torna uma extensão do consultório, com o grande objetivo de reter e motivar os pacientes, além de ser uma vitrine na captação de novos clientes.

Sabemos que o apoio nutricional é importante e que a união faz a força, ainda mais quando se trata de emagrecimento. Pesquisas comprovam que grupos de apoio são uma forma super positiva de auxiliar as pessoas a lidarem com seus problemas e distúrbios alimentares. Um estudo feito pelo Grupo de Estudo e Tratamento do Obeso (Gesto) aponta que 80% dos pacientes alcançam o sucesso na redução de peso em um tratamento multidisciplinar. E os grupos de apoio são vistos com força total nas redes sociais! Hoje, há inúmeros grupos de discussão sobre saúde, bem-estar, emagrecimento e atividade física. E a colaboração dos usuários vai desde receitas até o compartilhamento da sua rotina alimentar. Com este panorama, é impossível não enxergar este “boom saudável” nas redes com bons olhos. Este ambiente é ótimo para interagir, propor mudanças e compartilhar conhecimentos!

Qual é o grande desafio para esses profissionais? Saber como se posicionar nas redes sociais. Afinal, não é todo mundo que entende do assunto! 😉 E isso exigirá planejamento, conhecimento e um plano de ação adequado.